JOSEPH BRASIL BETTENCOURT – RECORDAR É VIVER, por Maurício de Jesus (Topo – Ilha de São Jorge) (c/ reportagem fotográfica)

1 (2)

JOSEPH BRASIL BETTENCOURT

Nasceu a 4 de junho de 1886 em Middletown, Rhode Island, Joseph Brasil Bettencourt, mais conhecido por «Sr. Joe Do Topo». Era mecânico de profissão, onde chegou até a trabalhar para a Ford, devido as sua grande habilidade e inteligência a reparar carros. Nesta época por terras do tio Sam, adquiriu grande conhecimento em mecânica que lhe viria a ser útil mais tarde já nos Açores, em São Jorge, para montar e levar um dos primeiros carros que fez a travessia Topo-Calheta, por terras de São Jorge.

João d’Avila, antigo locutor do Rádio Clube de Angra (RCA) e colaborador do Diário Insular, cruzou-se varias vezes com o «Sr. Joe do Topo», onde em 1977 recordou a travessia feita pelo mesmo em são Jorge, sendo o primeiro homem a conduzir e levar um carro ate outra freguesia, na ilha do Dragão Adormecido.

Foto – 1 Legenda: Página do Diário Insular, gentilmente fornecida pela Senhora Antonieta Ávila, onde seu pai João d’Ávila escreveu sobre o senhor Joe.

 

ILUSTRE MECÂNICO E «CHAUFFEUR»

«De “Chauffeur” de milionários em Nova York a proprietário de uma estação de serviço em Sommerville, de autor da travessia em automóvel Califórnia – Massachusetts a pioneiro das ligações Topo – Velas num “Dona Elvira”» – escreveu –  João d’Avila.

Nesta altura em 1971, o senhor Joe, tinha 85 anos era relembrado pelo seu feito histórico que para sempre será lembrado por todos aqueles que tiverem a oportunidade de o conhecer e relembrado por aqueles que hoje em dia ouvem falar nele.

Foto – 2 Legenda: Citroën Traction Avant (Arrastadeira) e Ford Model T

 

CARTA DE MARIA DE LURDES BRASIL

Sua esposa, Maria de Lurdes Brasil, a qual se casou quando voltou para São Jorge relembra nesta carta, que escreveu em 1991: «a travessia foi feita a 11 de agosto de 1927» e que nessa altura «até subiam paredes e barrocas assustadas e admiradas (as pessoas do Topo) devido a ser o primeiro automóvel por a chegar ca».

Foto – 3 Legenda: Carta De Maria De Lurdes Brasil, 1991

 

NA ILHA TERCEIRA

O carro que fez essa travessia encontra-se na Ilha Terceira. A sua filha Julieta Nunes e o seu neto José Nunes foram ver e relembrar o carro que fez o furor de muitos e que contém histórias desses anos de 1927. Ainda hoje em dia poderia estar presente em São Jorge em algum museu caso houve-se interesse dos mesmos. O seu valor patrimonial é desta ilha e de toda a sua população.

Foto – 4 Legenda: Julieta Nunes (filha do Sr. Joe) José Nunes (Neto do Sr. Joe)

Para ver reportagem fotográfica completa, clique abaixo em:

https://www.facebook.com/pg/mark.marques2016/photos/?tab=album&album_id=1672652449695011

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *