AUTORIDADE MARÍTIMA SOCORRE EMBARCAÇÃO DE PESCA ENCALHADA NA ILHA DO FAIAL

4 (1)

Cerca das 05h40 de quinta-feira, 21 de setembro, o piquete da Polícia Marítima do Comando da Horta foi informado por uma embarcação de pesca que uma outra embarcação se encontrava encalhada junto ao portinho da Boca da Ribeira, freguesia da Ribeirinha, Ilha do Faial.

Os operacionais da Polícia Marítima deslocaram-se de imediato ao local, confirmaram a presença duma embarcação de pesca local encalhada, tendo cerca de 7 metros de comprimento, e verificaram que o seu tripulante se encontrava a salvo e sem apresentar cuidados aparentes de maior. Foi ainda possível providenciar-lhe uma muda de roupa.

Apresentando sinais de ligeira hipotermia, o tripulante foi em seguida conduzido ao Hospital da Horta por uma ambulância dos Bombeiros Voluntários Faialenses, tendo-se verificado que o seu estado clínico não obrigava a cuidados de maior, foi-lhe dada alta pouco depois.

A Polícia Marítima verificou também que a embarcação mantinha a sua caraterística de estanqueidade, facto que veio a ser confirmado por peritos da Capitania da Horta.

Estando a maré na vazante, procedeu-se à amarração da embarcação a terra para prevenir o seu desnecessário arrastamento.

Cerca das 10h45, uma equipa da Capitania do Porto da Horta e da Estação Salva-vidas iniciou os preparativos para a remoção da embarcação, contando para o efeito com a colaboração da embarcação de pesca “Flor da Horta” e empenhando uma embarcação salva-vidas.

A partir de terra, passou-se um cabo à embarcação que prestava auxílio, amarrando-o à embarcação encalhada e aguardou-se pela subida da maré, enquanto se impedia que a ondulação que se fazia sentir empurrasse a embarcação na direção de terra e contra as pedras. Cerca das 11h45, conjugando o efeito da maré, da ondulação e da tensão aplicada pela “Flor da Horta”, foi possível retirar a embarcação do local onde estava encalhada.

Perante a inexistência de entrada de água, o que significava que o casco mantinha a sua integridade, deu-se início ao seu reboque, sendo o trajeto de volta ao porto da Horta acompanhado pela embarcação salva-vidas.

A embarcação atracou no porto da Horta pelas 12h30.

CPH / Mark Marques | Info-Fajãs

Foto – CPH

21.09.2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *