FAJÃ DA CALDEIRA DE SANTO CRISTO: O MAIS BELO DESTINO DE FÉRIAS, PARA A NATIONAL GEOGRAPHIC TRAVELLER

IMG_3681

Situada num local remoto e de difícil acesso da ilha de São Jorge, nos Açores, a Fajã da Caldeira de Santo Cristo foi considerada pela National Geographic Traveller “o local mais belo do mundo para férias”. Depois desta distinção o local passou a integrar programas de empresas que apostam no turismo alternativo.

Não é fácil chegar à Fajã da Caldeira de Santo Cristo. Quem viaja a partir do continente deve embarcar num avião para a ilha Terceira, nos Açores e depois continuar de barco até S. Jorge. O esforço compensa. Quem o diz adianta que durante o último troço da viagem, feito por mar, com sorte até se podem avistar golfinhos.

Neste fim do mundo quase não se passa nada. É a natureza que faz as honras da casa, dividida entre o verde da ilha e as ondas exuberantes do Atlântico. Quem gosta de surf encontra aqui um dos spots mais estimulantes. Não por acaso já houve um surfista que se estabeleceu no local como empresário de turismo alternativo. Oferece um programa que inclui percursos de trekking pelas montanhas, surf e até yoga.

As poucas casas da aldeia têm vindo a ser recuperadas, por isso tudo no local parece harmonioso. Depois que a National Geographic Traveller a descobriu o movimento aumentou, mas nada que perturbe o sossego de quem se quiser perder num paraíso distante do mundo.

Green Savers

Mark Marques | Info-Fajãs

27.06.2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *