IDOSA RESGATADA NA COSTA NORTE (FAJÃ DO OUVIDOR) DA ILHA DE SÃO JORGE

Fajã Ribeira Areia e F Ouvi

Ontem dia 6 de dezembro, cerca das 11h30, a Autoridade Marítima recebeu informação de que uma cidadã portuguesa teria sofrido uma queda aparatosa a costa norte de São Jorge e precisava assistência.

A informação surgiu através do serviço 112 que entrou em contacto com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada, o qual por sua vez notificou a Autoridade Marítima.

O acidente deu-se na Fajã do Ouvidor, freguesia do Norte Grande, concelho das Velas, Ilha de São Jorge, nos Açores.

A Autoridade Marítima e os Bombeiros Voluntários das Velas deslocaram-se ao local e verificaram tratar-se duma senhora octogenária, a qual apresentava um quadro clínico preocupante, ainda que não crítico.

O acesso por terra ao local do acidente, já difícil por natureza, por se tratar de um trilho de terra batida, estreito e com grande declive, apresentava na altura dificuldades acrescidas devido à forte chuva que se fizera sentir na véspera, que além de tornar o trilho num verdadeiro lamaçal, aumentou o caudal de várias ribeiras que atravessavam o percurso.

Perante este cenário foi solicitada a evacuação da sinistrada com recurso a aeronave. Ação essa coordenada através do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada e que resultou no empenhamento dum helicóptero EH-101 Merlin da Força Aérea Portuguesa.

A aeronave, com uma equipa médica a bordo, realizou a extração da pessoa sinistrada e conduziu-a ao Hospital do Santo Espírito, na Ilha Terceira.

A queda sofrida pela octogenária, residente em São Jorge, teve lugar quando esta se deslocava na companhia do filho para um local afastado onde pretendiam exercer a prática de pesca lúdica.

Nesta ação de salvamento estiveram envolvidos recursos humanos e materiais da Capitania do Porto da Horta/Delegação Marítima das Velas, do Comando Local da Polícia Marítima da Horta/Posto das Velas, dos Bombeiros Voluntários das Velas, uma aeronave EH-101 Merlin da Força Aérea Portuguesa, Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada, Centro de Coordenação de Busca e Salvamento das Lajes e o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores.

A Autoridade Marítima apela a quem desenvolve atividades na orla marítima, de natureza lúdica ou profissional, que façam uso de especial cuidado e que tenham presente que nesta altura do ano as condições atmosféricas, de mar e do próprio terreno podem alterar-se muito rapidamente, sendo essencial ter presente os alertas e avisos de todos os agentes de proteção civil, acatar as suas recomendações, e de uma forma geral evitar situações de risco.

CPH / Mark Marques | Info-Fajãs

07.12.2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *