AVISOS, ALARMES E ALARIDOS – ESTEJAM ATENTOS À PROTEÇÃO CIVIL…..O RESTO É SENSACIONALISMO E BLÁ BLÁ BLA´……

Sem Título

Vem este título a propósito de que todos anos por esta altura do ano (Agosto e Setembro) em alguns órgãos de comunicação social, e alguns cibernautas nas redes sociais publicam as mais diversas (des) informações, cada qual querendo ser o primeiro a anunciar uma “desgraça” que poderá acontecer. Refiro-me aos furações, tempestades tropicais e depressões.

Comecemos pelo início.

Todos nós Açorianos, e eu que já tenho mais de 50 primaveras, sabemos que no mês de Agosto e Setembro de cada ano estes fenómenos acontecem. “Começou o Inverno” como diz o nosso povo.

Hoje com 1000 formas de ter acesso a muita informação (internet por exemplo) são dados nomes aos Furacões, Tempestades Tropicais e Depressões, mas no meu tempo de infância (sem estes meios informativos) chamava-mos isto de mau tempo, início do Inverno e pronto.

Lembro-me desde sempre os agricultores ficarem preocupados com o vento nesta altura do ano, porque podia dar prejuízo nos milhos (para grão e para o gado).

Ou seja o clima que qualquer Açoriano (Ilhéu) sabe muito bem o que é.

Uma palavra de apreço à Proteção Civil dos Açores, que sempre de uma forma muito calma, moderada e com a antecedência apenas necessária, emite alguns avisos. (os suficientes e sem alarido).

Digo os suficientes, porque nós os Açorianos os “Ilhéus”, que vivemos cá, estamos habituados a ventos de 80 e 90 Km/h de Inverno (É o pão nosso de cada dia).

Alguns órgãos de comunicação social e outros cibernautas “pseudo experts” em meteorologia, emitem palpites e bitaites, sobre esta matéria e sempre com o pior dos cenários a acontecer.

De tanto “encher e saturar” a opinião pública sobre um assunto como este, o cidadão comum terá tendência um dia a pensar: “ ah, isto deve ser mais uma daquelas notícias ou opiniões que depois não dão em nada”.

Outros, sobretudo idosos que vivem sozinhos ou famílias que vivem em habitações mais modestas, passam noites a fio sem dormir porque dizem: “deu nas notícias, ou vi no facebook que vinha muito mau tempo”.

CONCLUSÃO: Chegou a época de fazerem notícias e a emitir opiniões “FAZENDO ALARIDO MUITO ALARIDO”, sobre algo que a Proteção Civil está sempre atenta e moderada.

Opinião de Açoriano: Em situações destas estejam atentos aos Serviços de Proteção Civil dos Açores…….o resto? O resto é sensacionalismo e blá blá blá…

Mark Marques | Info-Fajãs

Ilha de São Jorge (Açores)

11.09.2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *